Pequenos negócios do Estado do Rio geraram 89% dos empregos formais esse ano

Setor de serviços e o comércio foram responsáveis por 76% dessas vagas

Os pequenos negócios seguem puxando a geração de empregos no Estado do Rio de Janeiro. Até o mês de setembro, as micro e pequenas empresas criaram 89% das vagas formais do estado, ou seja, foram criadas mais de 105 mil vagas no período. Em contrapartida, as médias e grandes empresas do estado geraram um pouco mais de 13 mil novas vagas no período. Esse é o resultado do levantamento realizado pelo Sebrae Rio, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

“A retomada da economia passa diretamente pelo apoio que as micro e pequenas empresas recebem para continuar gerando empregos e movimentando o poder de consumo. Neste momento, a expectativa é que com a retomada da atividade econômica presencial, seguindo os protocolos de saúde e somado ao avanço da vacinação, a geração de empregos com carteira assinada continue apresentando resultados positivos nos próximos meses”, destaca Felipe Antunes, analista do Sebrae Rio.

O setor de serviços liderou a geração de empregos no estado com 55%, seguido pelo comércio, com 21%. Já a indústria de transformação criou 12% das vagas e a construção civil foi responsável pela geração de 9% das vagas de emprego com carteira assinada.

Participação de empregos e massa salarial

As micro e pequenas empresas são responsáveis por 27% da participação do PIB no Estado do Rio, além de 50,45% dos empregos gerados e por 39,34% da massa salarial. Em contrapartida, as médias e grandes empresas são responsáveis por 49,55% e 60,66% da massa salarial.

*Fonte: Sebrae Rio

Deixe um comentário